ABICS
secretaria@abics.com.br +55 11 3251 2883 CH ENG BR

ESTADÃO - ABICS: acordo com UE no setor de café solúvel é uma das maiores conquistas dos últimos tempos

28/06/2019

voltar
ABICS

Por Tomas Okuda

 

São Paulo, 28/06/2019 - O diretor de Relações Institucionais da Associação Brasileira da Indústria de Café Solúvel (Abics), Aguinaldo Lima, considerou o acordo entre Mercosul e União Europeia (UE) como "uma das maiores conquistas dos últimos tempos" para o setor.

 

Atualmente, todo café solúvel ou torrado e moído do Brasil que entra na UE é tarifado em 9%. Com o acordo, essa taxa vai ser desgravada, até atingir zero no quinto ano. "Certamente vamos ganhar poder de competição", comentou. "Podemos crescer até 30% em cinco anos no mercado europeu", acrescentou Lima.

 

O executivo disse que o acerto entre os dois blocos ocorre no momento em que a indústria nacional tem perdido participação na Europa, por causa da concorrência com países como o Vietnã, segundo maior produtor de café do mundo, atrás apenas do Brasil.

 

"O café solúvel nacional também compete com a indústria da própria Europa, que tem tarifa zero", explicou. Além disso, outros países produtores, como Colômbia e Equador, são favorecidos pelo Sistema Geral de Preferência (SGP), sob alegação de apoio aos cafeicultores, contra a produção de drogas.

 

A UE é um dos principais destinos do café solúvel nacional. O Brasil, maior produtor e exportador do mundo, fatura anualmente cerca de US$ 600 milhões com o embarque de 3,7 milhões de sacas de 60 kg em equivalente de solúvel. A UE participa com cerca de 470 mil sacas desse total, para uma receita de US$ 80 milhões.

 

Lima acrescenta que o acerto é oportuno porque a indústria nacional pretende investir R$ 820 milhões no segmento até 2022. As indústrias Cacique e Olam pretendem inaugurar fábricas, enquanto a Iguaçú vai ampliar a indústria no Paraná.

© ABICS 2019 - Todos os direitos reservados | GSB2