ABICS
secretaria@abics.com.br +55 11 3251 2883 CH ENG BR

Olam Internacional anuncia fábrica de café solúvel em Linhares com investimentos

03/03/2021

voltar
ABICS

Ascom Prefeitura de Linhares (ES)

 

A Olam Internacional, empresa multinacional com sede em Singapura, confirmou oficialmente na tarde de terça-feira (2), que vai investir U$ 130 milhões (quase R$ 740 milhões) para construir uma fábrica de café solúvel em Linhares. As obras já começaram com previsão de 26 meses para a sua conclusão e o início de suas operações. A Olam é construída no distrito de Bebedouro.

 

O anúncio aconteceu num encontro virtual na tarde desta terça-feira (2) que reuniu o prefeito de Linhares, Guerino Zanon, o governador Renato Casagrande, o Vice-presidente sênior da Olam, Sathyamurthy Mayilswamy, o presidente da divisão de café da Olam no Brasil, Jerônimo Pereira e o diretor da companhia no Espírito Santo, Fabrício Tristão, além do secretário estadual de Desenvolvimento, Thyago Hoffmann.

 

A escolha por Linhares para sediar a empresa está ancorada pelo fato do Espírito Santo ser considerado o maior produtor de café conilon do país, principal matéria-prima para a produção do café solúvel. Das 15 milhões de sacas produzidas no Brasil, o Espírito Santo é responsável por 66% de toda a produção nacional, ou seja, 10 milhões de sacas. Deste total, as regiões norte e noroeste do Estado produzem 7,5 milhões de sacas.

 

Outro fator que foi decisório na instalação da Olam em território linharense é a disponibilidade hídrica do município (o aquífero Rio Doce), ponto fundamental para o processo produtivo do café solúvel.

 

O prefeito de Linhares Guerino Zanon lembra que todo o processo para a implantação da Olam em Linhares teve início em 2018, quando recebeu em seu gabinete os representantes da empresa de Singapura. Guerino exaltou a tônica da Prefeitura de Linhares de promover incentivos e investir em obras estruturantes e garantir serviços públicos de qualidade em áreas essenciais como saúde, educação e assistência social para atrair empresas para o Município.

 

“Os investimentos anunciados hoje são resultado de um círculo virtuoso: decisão, planejamento, ação, caminho para o desenvolvimento social e econômico de Linhares e do Estado do Espírito Santo. É prova de confiança em Linhares. Mesmo num cenário com incertezas, o Município segue atraindo investimentos que geram emprego, renda e impulsionam o crescimento no campo e na cidade. É disso que precisamos cada vez mais: de gente que constrói a Linhares que dá certo”, disse Guerino.

 

O prefeito de Linhares com executivos da Olam Internacional na visita à área onde a indústria de café solúvel

será construída, no distrito de Bebedouro. Créditos: Arquivo pessoal.

 

Bom relacionamento com o setor produtivo

O secretário de Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, ressaltou a importância do bom relacionamento com o setor produtivo: “o Governo está engajado em atrair investimentos e temos alcançado este objetivo com a chegada de novos projetos e também com a expansão de outros, como é o caso da Olam Internacional. Temos um compromisso assumido com o desenvolvimento e nosso trabalho é em prol do bom ambiente de negócios e do diálogo constante com os setores produtivos. O investimento anunciado confirma como o mercado percebe o Estado: um território com segurança e regularidade fiscal, competitivo e transparente”.

 

Estratégia para atração de investimentos

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Linhares, Luiz Fernando Lorenzoni, destacou que o Município adota uma estratégia adequada de atração de investimentos e gestão organizada que amplia, fortalece, moderniza e diverisifca a economia do Município.

 

“O compromisso de geração de  empregos,  renda e novas oportunidades está sendo cumprido. A Olan é um grande grupo, com atuação global e com certeza vai colaborar em muito com o fortalecimento da dinâmica económica local além de integrar ainda mais a cadeia do café . Estamos muito contentes com mais este investimento”, disse.

 

A construção do parque fabril da Companhia Cacique e o anúncio da Olam irão fortalecer e integrar a cadeia produtiva do café gerando benefícios e oportunidades para o Município, Estado e Brasil, uma vez que são grupos com atuação nos mercados interno e externo.

 

Maior polo de exportação de café solúvel do mundo

“Recebemos na Findes os representantes da Café Olam em fevereiro. Eles vieram falar sobre o início das obras, mas havia restrições sobre o anúncio oficial, que só podemos comentar agora. Hoje o Espírito Santo representa 7% das exportações de café solúvel do Brasil. Em dois anos, representará 27% e em 5 anos, será mais de 45%. Com isso, o Espírito Santo se tornará em 5 anos o maior polo de exportação de café solúvel do mundo. Isso é muito importante para a indústria do Espírito Santo e do país e abre muitas oportunidades de negócios e empregos na região, onde temos também a previsão de expansão de portos”, destacou Cris Samorini, Presidente da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes).

 

Fortalecimento da cadeia produtiva local e estadual

O secretário de Agricultura de Linhares, Franco Fiorot, enfatizou a importância do empreendimento para o fortalecimento da cadeia produtiva local e estadual.

 

“A vinda da Olam Internacional será de extrema importância para adensarmos à cadeia produtiva do café conilon, já que Linhares é o maior produtor do grão no Brasil. Avançamos na produção, demos passos importantes em tecnologia e pesquisa, e agora a Olam chega para fortalecer a cadeia produtiva local e de todo o Espírito Santo, gerando mais renda e mais oportunidades para os linharenses e capixabas”, disse Franco.

 

Geração de Empregos

No pico das obras deverão ser gerados entre 125 a 250 vagas de empregos diretos, com oportunidades para diversas áreas como pedreiros, pintores, soldadores, mecânicos, técnicos e ajudantes, além de profissionais das áreas administrativas e gerencial.

 

Para a operação da fábrica de café solúvel estão previstos 253 funcionários envolvidos nas atividades operacionais e administrativas.

 

Olam Internacional

Fundada em 1989, a Olam é líder em alimentos e agroindústria, operando em toda a cadeia de valor em mais de 60 países, fornecendo vários produtos para mais de 19.800 clientes em todo o mundo, e conquistou posições de liderança em muitos dos seus negócios, como Cacau, Café, Algodão, Nozes Comestíveis e Especiarias.

 

A Olam Coffee opera no Espírito Santo desde 2005, trabalhando com a exportação de todas as qualidades de café. Em 2012, abriu um armazém próprio em Nova Venécia, com foco na comercialização de Conilon, e a unidade de Muniz Freire, voltada para a exportação de café Arábica.

© ABICS 2021 - Todos os direitos reservados | GSB2