ABICS
secretaria@abics.com.br 55 11 3251 2883 CH ENG BR

Abics e Apex-Brasil assinam convênio para potencializar setor de café solúvel

23/03/2018

voltar
ABICS

Objetivo do projeto setorial “Brazilian Instant Coffee” é ampliar as exportações, que já chegam a 120 países e proporcionam receita de aproximadamente US$ 650 milhões

 

No dia 26 de março, a Associação Brasileira da Indústria de Café Solúvel (Abics) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) assinarão um convênio para a implantação do projeto setorial “Brazilian Instant Coffee”, em solenidade que ocorrerá às 15h30, no escritório da Apex-Brasil, em São Paulo (SP).

 

Esse novo projeto reforça a histórica parceria da Apex-Brasil com o setor cafeeiro. Uma relação iniciada em 2002 com o Sindicafé e em 2009 com a BSCA e seus cafés especiais. “Nosso compromisso com a promoção dos cafés brasileiros ganha corpo agora com a chegada da ABICS e os solúveis, dos quais o Brasil é o maior produtor e exportador mundial, vendendo para mais de 120 países. Acreditamos que esse trabalho conjunto deverá contribuir para nos manter na liderança mundial, aumentando nossa competitividade num momento em que novos produtores se posicionam no mercado”, destaca o presidente da Apex-Brasil, Roberto Jaguaribe.

 

O presidente da Abics, Pedro Guimarães, revela que essa iniciativa é um marco para o setor, uma vez que se trata de ação inédita das indústrias brasileiras de café solúvel com a Apex-Brasil para potencializar a promoção internacional do segmento.

 

Segundo ele, há 40 anos o Brasil é líder mundial na produção de café solúvel, com representatividade de 37% do mercado global, e na exportação, com market share de 28%, mas, atualmente, o setor vê essas posições ameaçadas devido ao acirramento da concorrência e ao protecionismo dos principais mercados.

 

“O objetivo das ações do projeto Brazilian Instant Coffee é garantir a fatia atual de mercado e ampliar ainda mais a presença do café solúvel brasileiro nas exportações, que chegam a cerca de 120 países e proporcionam divisas anuais de aproximadamente US$ 650 milhões”, revela Guimarães.

 

A iniciativa adotada em parceria com a Apex-Brasil insere-se no Plano de Desenvolvimento do Café Solúvel do Brasil, lançado em 2016 pela Abics, que tem a meta de alavancar o volume das exportações e o consumo interno brasileiro em 50% durante os próximos 10 anos.

 

O SETOR
Há sete indústrias de café solúvel em operação no Brasil. Em 2016, elas produziram o equivalente a 4,93 milhões de sacas de 60 kg, representando 11,3% da produção total de café no País. As exportações do setor somaram 3,83 milhões de sacas (11,2% do total), gerando uma receita de US$ 634 milhões. O consumo interno do produto totalizou 1,1 milhão de sacas, respondendo por 5% da quantidade consumida no Brasil.

 

Mais informações: secretaria@abics.com.br / (11) 3251-2883

© ABICS 2018 - Todos os direitos reservados | GSB2